ASSOCIE-SE

Bem-vindo à ANIPA.
Nossa associação não contempla os associados da FUNCEF vinculados ao REG/REPLAN NÃO SALDADO.
Estes já contam com uma associação própria (veja aqui).

O foco da atuação da ANIPA é zelar pela integridade dos planos de benefícios (aposentadorias e pensões) através de acompanhamento da gestão da FUNCEF. Para tanto, efetuamos análises e divulgação da real situação da fundação, bem como denúncias aos órgãos de controle e, se for o caso, ajuizamento de ações objetivando responsabilização e o ressarcimento de prejuízos causados aos nossos planos. A ANIPA não ajuiza ações contra a FUNCEF e sim contra quem possa ter causado prejuízos a ela. Eventualmente, poderemos ajuizar contra a fundação ações que visem assegurar a transparência na gestão, como exibição de documentos ou esclarecimentos negados administrativamente.

A ANIPA não atua em outros temas relacionados à relação de trabalho com a CAIXA, como Saúde CAIXA, Vale alimentação, incorporação de função, etc.

As ações, eventualmente movidas pela ANIPA, ocorrem no interesse coletivo. As demandas individuais (inclusive contra a FUNCEF por discussão de direito) poderão ser atendidas através da rede de escritórios conveniados, conforme divulgado em nossa página.

Enfatizamos que o objetivo principal das ações movidas, até o momento, é a responsabilização daqueles que eventualmente tenham contribuído para o déficit, bem como a recuperação de ativos para a FUNCEF. A suspensão do equacionamento não é uma negativa de cobrir o déficit e sim um recurso jurídico para que os associados da ANIPA não paguem a parte da conta, cuja responsabilidade tem CPF ou CNPJ. Não há, portanto, nenhum propósito de onerar nossos planos de benefícios.

A participação nas ações da ANIPA não é obrigatória. Os que desejarem participar terão que se submeter aos requesitos legais (autorizações, quando for o caso) e observar os critérios técnicos e econômicos estabelecidos pelo juridico da associação, com vistas a preservar os contratos estabelecidos e a regularidade processual.

Para os que pretendem suspender o pagamento das contribuições especiais relativas aos déficits de exercícios anteriores (ação já ajuizada), será possível através de constituição de grupos (de 10 pessoas) para ações plúrimas (recomendação jurídica vigente até o momento), ao custo estimado de R$ 800,00 por pessoa.

Nossa mensalidade é de R$ 20,00, debitada em conta na CAIXA (é necessário ter conta corrente ou poupança na CAIXA).

Para se associar, digite o seu CPF no campo abaixo e siga as orientações:
(É altamente recomendável a leitura do Estuto que lhe será apresentado ao acessar com seu CPF)