NOTÍCIAS

Anipa

FUNCEF sob nova direção

23/11/2016 | 09:58

Nosso comentário sobre o déficit (aqui) tenta levar aos associados uma percepção mais realista do tamanho do nosso problema. Torcemos para que a nova direção da FUNCEF encontre os caminhos para nos ajudar a sair do atoleiro. Um desafio e tanto!  Recuperar R$ 28,7 bilhões não é para qualquer time.

Um passo fundamental foi dado. Substituir a turma que insistia em se agarrar ao poder a despeito dos desastrosos resultados e da rejeição demonstrada pela quase totalidade dos associados (excetuando-se a claque de sempre, é claro).

Os associados, aliás, já haviam feito a sua parte, varrendo da FUNCEF, nas últimas eleições, o restante dos politiqueiros que estavam ao seu alcance. Faltava a parte da sempre calada e omissa patrocinadora, que não a fez. Foi preciso o Ministério Público e a Polícia Federal entrarem em campo para precipitar o processo. Esperamos que, agora, tenhamos nos livrado do que restava. Apenas esperamos.

Resolvido o problema? Claro que não. Com o atual processo de indicação para o provimento dos cargos na FUNCEF não podemos ter mais do que esperança. A causa primeira da vulnerabilidade da fundação continua lá: a política, ou melhor, a politicagem.

Ainda que não se possa afirmar que será mais do mesmo, já que as pessoas são diferentes, o processo continua o mesmo. Não teríamos o que temer se não se tratasse de um processo cuja natureza e dinâmica fere todos os princípios estabelecidos na legislação e que são essenciais para um modelo de gestão autônomo e profissional.

Não importa quem tenha sido nomeado para a diretoria, ou para os conselhos deliberativo e fiscal, para representar a patrocinadora, até porque, infelizmente, não é novidade que a patrocinadora há muito perdeu a autonomia em relação à FUNCEF (e aí está a janela para a politicagem). Enquanto nomeações forem externas à patrocinadora, todos os diretores e conselheiros devem merecer nosso ceticismo, até demonstração em contrário. Isso vale também, perdoem o dever da coerência, para os diretores eleitos, que são escolhidos pela política associativa (até recentemente atropelada pela politicagem partidária).

A politicagem numa gestão que deveria ser técnica é o nosso inferno!    

Então, estamos no sal?

AS SAÍDAS

O que fizeram os associados da ANIPA? Basicamente, buscaram na justiça a responsabilização por grande parte desse ROMBO de R$ 28,7 bilhões.

Primeiramente, esclarecemos que uma das ações da ANIPA, ajuizada em junho passado, não visa a não efetuar o equacionamento, como divulgam alguns desinformados, sabe-se lá com que propósitos. Nesta ação, os associados solicitam a SUSPENSÃO do equacionamento até que se esclareçam as reais causas do déficit e que se exclua do equacionamento os valores cuja responsabilidade tenha CPF ou CNPJ. Assim, a suspensão do equacionamento é apenas uma medida, preventiva, para que os associados da ANIPA não paguem a parte da conta que não lhes cabe.

As ações da ANIPA contemplam:

⦁    Realização de perícias técnicas em várias operações e atos de gestão;

⦁    Declaração de origem e quantificação do valor de cada um dos elementos levados em conta para a fixação dos pressupostos e parâmetros do plano de equacionamento (particularmente os métodos utilizados para avaliação dos ativos, passivos e contingências dos planos da entidade);

⦁    Caracterização e declaração da extensão da responsabilidade contratual e extracontratual imputável aos participantes, à patrocinadora e a terceiros, relativamente aos eventos que resultaram nos desempenhos negativos dos planos;

⦁    Responsabilização da CAIXA pelo contencioso judicial (parte trabalhista) – Aqui estamos fazendo o que nem a diretoria da FUNCEF e nem as entidades que nos criticam fizeram: buscar R$ 10 bi repassados indevidamente para serem divididos com os associados;

⦁    Que sejam condenados os réus, na extensão própria, ao cumprimento das suas obrigações contratuais e ao pagamento de indenização pelos prejuízos a que deram causa ou pelo enriquecimento que experimentaram, direta ou indiretamente, em relação a cada um dos planos da entidade;

⦁    Bloqueio de bens dos gestores da FUNCEF, da CAIXA e de terceiros envolvidos;

⦁    Ressarcimento à FUNCEF dos prejuízos causados em operações;

⦁    Ressarcimento à FUNCEF, pela PAR SOLUÇÕES (braço comercial da FENAE) dos valores recebidos indevidamente por serviços não prestados;

⦁    Responsabilização dos diretores e conselheiros da FUNCEF por doações efetuadas ilegalmente a entidades associativas.

Além de várias outras reparações à FUNCEF que virão em outras ações, tantas quantas necessárias forem. Isso é o que, judicialmente, podemos e estamos fazendo.

O QUE ESPERAMOS DA NOVA DIREÇÃO

A nova diretoria não pode ser responsabilizada pela herança, é claro. Mas será responsabilizada, pelo que fizer de errado ou deixar de fazer. Também é justo que se dê um tempo para que mostre a que veio.

No “balanço de 50 dias da atual gestão” publicado no site da FUNCEF, a diretoria informa que as medidas para retomar o equilíbrio da fundação baseiam-se no tripé austeridade, equilíbrio e transparência (Equilíbrio para retomar equilíbrio? Soa meio estranho. Esse segundo “equilíbrio” poderia ser melhor explicado). A diretoria divulga, ali, as medidas que já foram tomadas.

A iniciativa de participar como assistente de acusação nos autos dos processos relativos à Operação Greenfield é elogiável. Assim como a intenção de rever processos e política de investimentos. Igualmente elogiável é a decisão de cortar salários de quarentena e o custeio de despesas com advogados dos ex-diretores envolvidos na Operação Greenfield.

Dois pontos, entretanto, merecem nossos comentários críticos. Um deles é a afirmação de que uma “Maior aproximação da FUNCEF com a Patrocinadora CAIXA tem sido um dos principais focos da nova gestão”.

Pediríamos cautela à nova direção ao tratar essa iniciativa como “um dos principais focos” da gestão. Isto porque os relatórios de auditoria da PREVIC e as investigações do MPF mostram que foi exatamente a excessiva proximidade entre a FUNCEF e a CAIXA que possibilitaram articulações para a estruturação de investimentos extremamente nocivos à FUNCEF, além de levar a fundação a uma total indiferença em relação à dívida do contencioso trabalhista por mais de uma década.  

Nossa sugestão à nova direção é que, ao contrário, promovam o necessário distanciamento da patrocinadora. Nada radical, é claro. Mas que se mantenha a suficiente distância, na boa medida, para acabar com o amadorismo e a promiscuidade que historicamente marcam a relação FUNCEF-CAIXA.

Outro ponto, não menos importante, está relacionado à elogiável iniciativa de figurar no polo ativo, ao lado do MPF, nos processos da operação Greenfield.

Tudo seriam rosas não fosse outro calcanhar de Aquiles do nosso modelo: o sempre difícil de apurar, conflito de interesses.

Lembremos, como exemplo, que em março de 2015, contrariamente aos apelos dos associados, a diretoria da FUNCEF aprovou, por unanimidade (Indicados e Eleitos), um aporte adicional de R$ 130 milhões em Belo Monte. À época, argumentaram que “não havia evidências de fatos incompatíveis com as boas práticas” e que tudo foi feito “com foco na relação risco versus retorno, segurança e liquidez”. Todas as justificativas foram rebatidas pela ANIPA à época.

Não faltaram notícias, desde então, para comprovarem que os associados estavam certos. A última (08/11/2016), dá conta de que o TCU identificou um superfaturamento de pelo menos R$ 3,2 bilhões em Belo Monte.

Se o modelo de governança adotado fosse o de contratar conselheiros no mercado, para as empresas investidas pela Fundação, evitaríamos os conflitos de interesses verificados quando esses assentos são ocupados por diretores da FUNCEF. Também no que toca ao monitoramento da performance desses conselheiros, o modelo proposto traz a autonomia necessária à tomada de decisão quanto aos resultados alcançados pela atuação desses.  

Esse é um dos aspectos da governança da FUNCEF que urge ser revisto, com o fim de preservar a independência da gestão e garantir os interesses dos participantes, em qualquer processo de apuração como o que o Ministério Público abriu no empreendimento de Belo Monte,  em função das denúncias de superfaturamento.  

Mas esta, como muitas pontuadas no balanço dos primeiros 50 dias, demanda tempo e reflexão para uma revisão. Teremos paciência em aguardar.

Entretanto, existem outras medidas que, pela natureza e obviedade, não precisaríamos esperar. Por exemplo:

⦁    Criação de um portal da transparência, onde sejam divulgadas informações claras e objetivas. Podem começar com informações simples, como:

⦁    ALM anual (com respectivas premissas econômicas e atuariais) e relatório mensal de acompanhamento com análise de aderência e medidas adotadas, com as devidas justificativas;

⦁    Relatório de acompanhamento e gestão de riscos – com controle, enquadramento e adequação validados/elaborados por empresa especializada reconhecida no mercado;

⦁    Custo mensal da diretoria e dos conselhos (total dos custos com salários e encargos, por órgão estatutário);

⦁    Despesas mensais com viagens de diretores, conselheiros e gerentes, discriminando, individualmente, deslocamento, hotel, diárias e motivo da viagem. Inclusive viagens ao exterior, mesmo que os custos sejam cobertos por outra entidade;

⦁    Programa que devem apresentar e dele prestar contas de redução das despesas administrativas da entidade como um todo e de suas áreas em particular;

⦁    Espaço próprio na Revista e no site da FUNCEF para os representantes dos associados (diretores e conselheiros eleitos) divulgarem suas análises e opiniões, sem censuras;

⦁    Extinção do “termo de confidencialidade”;

⦁    Revisão nas regras de nomeação de conselheiros para as empresas investidas, em que se privilegie a contratação de profissionais especializados no negócio ou modalidade de investimento;

⦁    Rescisão dos contratos com a CORPORE FACILITIES (Júlio Neves) e abertura de tomada de preços para nova contratação;

⦁    Cobrar dos responsáveis a devolução das doações irregulares efetuadas a título de apoio aos eventos de entidades associativas;

⦁    Cobrar da FENAE/PAR Soluções os R$ 4 milhões recebidos indevidamente no contrato do Credinâmico.

⦁    Alterações no Estatuto da FUNCEF, via assembleia geral dos associados, que contemplem, entre outros:

a.    Fim do voto de minerva;

b.    Direito de as entidades representativas independentes (ANBERR, AUDICAIXA, ANEAC, ANIPA, ADVOCEF, AGECEF/RS, AEA/PR e outras) efetuarem perícia em todo e qualquer ato de gestão, contratação ou investimento realizado pela fundação, observados os aspectos de sigilo estabelecidos em Lei (custeio a cargo das entidades que realizarem a perícia);

c.    Fim do mandato para diretores indicados pela patrocinadora com permanência nas diretorias de investimento apenas em caso de consecução de resultados;

d.    Revisão do modelo eleitoral para diretores e conselheiros (atualmente a chapa eleita delibera, executa e fiscaliza);

e.    Revisão do processo e dos critérios para ressarcimento de serviços advocatícios contratados por integrantes ou ex-integrantes dos órgãos estatutários ou funcionários;

f.    Revisão do regime de alçadas da Diretoria Executiva;

g.    Pré-qualificação para o exercício de cargos na diretoria e conselhos (não admitir qualificação posterior).

Como vemos, todas de fácil implementação e relacionadas com os pilares de austeridade e transparência do tripé que norteia a nova direção. Seria um bom início para demonstrar que a FUNCEF realmente começou a mudar.

Ah, sim, precisamos saber o que é esse tal de “equilíbrio”.

NOV/2016

DIRETORIA DA ANIPA

compartilhe essa notícia!

Outras notícias

Associado decidirá sobre novas regras para eleições na ANIPA

16/12/2017 | 18:55   ANIPA convoca associados para assembleia, a realizar-se no período de 04 a 14 de janeiro de 2018. Edital 002/2017 está publicado no jornal Folha de São Paulo.   > LEIA MAIS

Operação Greenfield: ANIPA requer habilitação em ação penal

08/12/2017 | 16:49   ANIPA pede admissão como assistente de acusação da Operação Greenfield e, assim, sob sigilo profissional, ter acesso a fatos e dados e documentos para a defesa jurídica de seus associados.   > LEIA MAIS

Ação Civil Pública do Contencioso está disponível

06/12/2017 | 15:27   Conheça o inteiro teor da petição inicial da ação da ANIPA para que a CAIXA assuma o pagamento do Contencioso Judicial.   > LEIA MAIS

Proposta de Regimento Eleitoral da ANIPA em debate

05/12/2017 | 13:16   Discussão da proposta será realizada na área interna do site da ANIPA, exclusiva de seus associados.   > LEIA MAIS

ACACEF EM LUTO

01/12/2017 | 16:42   Falecimento da Presidente Teresinha Medeiros enluta associados da entidade que congrega aposentados de Florianópolis.  > LEIA MAIS

Ação do Contencioso Trabalhista está ajuizada

30/11/2017 | 10:46   A ANIPA, no dia 28/11, ajuizou, em Brasília, a ação que busca responsabilizar exclusivamente a CAIXA pelo pagamento do Contencioso.  > LEIA MAIS

Nota de falecimento

28/11/2017 | 13:24   Na madrugada de 28/11, faleceu o colega ALMIR JOSÉ DE SOUZA, presidente da FENAG, vítima de câncer.   > LEIA MAIS

ANIPA divulga vídeos no Youtube

21/11/2017 | 16:10   No nosso canal no Youtube, estão disponíveis os vídeos do I Encontro Nacional da ANIPA e, no site, na área exclusiva dos associados, estão publicados documentos, apresentações e fotos do evento.  > LEIA MAIS

Na Mídia

16/11/2017 | 12:05   Confira notícias que se relacionam com a FUNCEF, com a CAIXA e com o sistema de previdência complementar fechado. As fontes são os veículos da grande imprensa, com os respectivos links  > LEIA MAIS

IRPF sobre contribuição extraordinária: ANIPA não ajuizará ação coletiva.

31/10/2017 | 17:46   ANIPA divulga nota com base em parecer de advogado tributarista. As ações devem ser INDIVIDUAIS e PROPOSTAS por CADA PARTICIPANTE, com advogado, preferencialmente, da área tributária.  > LEIA MAIS

Participantes requerem acesso irrestrito ao relatório da ACCENTURE

26/10/2017 | 13:27   ANIPA formaliza pedido de acesso, conforme deliberado no I Encontro Nacional da ANIPA  > LEIA MAIS

Associados e convidados fazem o sucesso do I Encontro Nacional da ANIPA

23/10/2017 | 19:44     > LEIA MAIS

Equipe da ANIPA em São Paulo

19/10/2017 | 17:16   Na sexta-feira, dia 20/10, a sede da ANIPA, em Porto Alegre, não funcionará.   > LEIA MAIS

I ENCONTRO NACIONAL DA ANIPA

18/10/2017 | 19:54   Dias 21 e 22 de outubro, em São Paulo, ANIPA realiza o primeiro encontro de associados da entidade.   > LEIA MAIS

Contencioso: FUNCEF promete mais informações

13/09/2017 | 16:29   Conheça a resposta da Fundação ao requerimento das Entidades Parceiras acerca da estrutura da Gerência Jurídica e sobre o Contencioso Judicial   > LEIA MAIS

Associados do Rio recebem ANIPA e ANBERR

06/09/2017 | 20:21   Associados das duas entidades organizaram reunião para receber informações, trocar ideias e alinhar ações para enfrentar o equacionamento da FUNCEF.   > LEIA MAIS

PREVIC responde requerimento das Entidades Parceiras

29/08/2017 | 19:11   Veja a resposta da PREVIC ao pedido de cópias de suas auditorias no Jurídico da FUNCEF. Enquanto isso, a conta do Contencioso Judicial pesa no bolso dos participantes e assistidos.  > LEIA MAIS

Novos associados receberão orientações por email

22/08/2017 | 16:47   Caso deseje ajuizar a ação em grupo, com o mesmo teor da Ação Civil Pública da ANIPA, aguarde email com orientações.   > LEIA MAIS

Aposentados da CAIXA em defesa da FUNCEF e da aposentadoria

19/08/2017 | 14:15   Manifestação dos aposentados da CAIXA aconteceu em todo o país.   > LEIA MAIS

Carta de Porto Alegre em defesa da FUNCEF

02/08/2017 | 09:59   Em 29/07, em Porto Alegre, as Entidades Parceiras se reuniram para a definição de ações em defesa da FUNCEF. Contencioso, transparência e apoio às manifestações de 18/08 estão dentre as prioridades.  > LEIA MAIS

Formação dos grupos para ajuizar as ações individuais

29/09/2017 | 09:53   Novos associados da ANIPA deverão encaminhar documentação solicitada pelos advogados conforme orientações enviadas por e-mail.   > LEIA MAIS

Dia D dos Não Saldados

26/07/2017 | 05:30   Neste 26/07, Reunião Extraordinária do CD para decidir sobre a paridade entre CAIXA e NÃO SALDADOS   > LEIA MAIS

Membros do GT Regulamento Eleitoral

26/06/2017 | 12:21   Conheça os voluntários que elaborarão as regras para eleições na ANIPA.  > LEIA MAIS

Regulamento Eleitoral ANIPA. Inscreva-se!

19/06/2017 | 18:16   De 19 a 23/06, associados da ANIPA podem se inscrever para elaborar as novas regras eleitorais da entidade.   > LEIA MAIS

ANBERR denuncia CAIXA e FUNCEF

09/06/2017 | 10:56   A entidade que representa os Não Saldados vai ao Ministério Público  > LEIA MAIS

ANIPA recebe novos associados

02/06/2017 | 16:13   Abertas as portas para quem quiser lutar junto com os mais de 4700 associados da ANIPA.  > LEIA MAIS

Mais transparência e novos associados

30/05/2017 | 11:00   Site da ANIPA inaugura área de acesso exclusivo do associado e abre inscrições para novas associações  > LEIA MAIS

ANIPA publica Atas da FUNCEF

25/05/2017 | 17:23   Estão disponíveis mais de 920 atas da Diretoria e dos Conselhos, desde 2003.  > LEIA MAIS

Mensalidade de maio será debitada no dia 26

22/05/2017 | 17:32     > LEIA MAIS

Nota de Falecimento

15/05/2017 | 11:54   Com pesar, ANIPA comunica o falecimento da Srª Maria Naici Menezes, mãe de sua Presidente.   > LEIA MAIS

Resultado da Eleição da ANIPA

21/04/2017 | 00:14   Com o término da eleição, estão encerradas as atividades das Assembleias Ordinária e Extraordinária, reguladas pelo Edital 001/2017. Posse dos eleitos será em 1º de maio.  > LEIA MAIS

ANIPA elegerá Diretor Financeiro e Suplente de Conselheiro Fiscal

13/04/2017 | 15:11   Eleição inicia na segunda-feira, dia 17/04 e finaliza em 20/04.   > LEIA MAIS

Eleições na ANIPA: conheça os candidatos

03/04/2017 | 16:19   Até o dia 16/04, dois candidatos do quadro de associados da ANIPA estarão em campanha para se elegerem a uma vaga de Diretor Financeiro e a uma das duas vagas de Conselheiro Fiscal Suplente.  > LEIA MAIS

Resultados da Votação na Assembleia 2017

25/03/2017 | 20:04     > LEIA MAIS

24/03: último dia de votação na Assembleia

23/03/2017 | 17:08     > LEIA MAIS

Assembleia da ANIPA começa no dia 15/03

14/03/2017 | 14:31   Os mais de 4700 associados da ANIPA poderão votar de qualquer parte do país.   > LEIA MAIS

ANIPA convoca Assembleia Geral para 15 de março

09/02/2017 | 16:25   Este ano, além de cumprir os ritos ordinários, os associados elegerão um diretor e dois conselheiros fiscais suplentes.   > LEIA MAIS

Mito ou desculpa

01/02/2016 | 10:03   A comparação de rentabilidades entre o Novo Plano e os Fundos e Planos PGBL comercializados nas agências da Caixa.   > LEIA MAIS

Conquista: ANIPA inaugura sede administrativa

20/10/2016 | 10:14     > LEIA MAIS

Conselho fiscal se reúne na sede da ANIPA

20/10/2016 | 10:04     > LEIA MAIS

Decisão no TRF1 cassa liminar da ANIPA

29/09/2016 | 14:23   Ao final do dia 27-09-2016 o Sr. Desembargador Relator do Agravo de Instrumento n. 0041316-66.2016 4 01 0000, que tramita no Tribunal Regional Federal da 1ª Região – TRF1 (Brasília/DF) restabeleceu o   > LEIA MAIS

Diretor esclarece liminar que impede desconto dos associados

14/06/2016 | 08:06   Processo da ANIPA que tramita na 1ª Vara Federal de Brasília pede suspensão da cobrança de déficit pela FUNCEF.  > LEIA MAIS

ANIPA ajuíza primeira Ação Civil Pública

07/06/2016 | 08:31   Medida pede, entre outros, a sustação do desconto realizado pela Funcef  > LEIA MAIS

Assembleia aprova 15 propostas em votação eletrônica

19/03/2016 | 23:01   Com 589 votantes, resultado foi divulgado em 19 de março de 2016.  > LEIA MAIS

Por quem os cães ladram?

28/09/2015 | 08:44   Em debate a ética na gestão da Funcef.  > LEIA MAIS

Proposta indecente

28/09/2015 | 08:33   Apesar das negativas, a história parece nos mostrar que há trânsito e ingerência política na FUNCEF.  > LEIA MAIS

Belo Monte ... de dúvidas

24/03/2015 | 15:42     > LEIA MAIS